“Encara os fracassos como pesquisa.” -Robin Sharma

Tens fracassado ultimamente? Fracassaste em algo já hoje, ou ontem, ou esta semana? Se a resposta é “não”, devo dizer-te que não andas a agir o suficiente, nem em quantidade nem em qualidade.

Os fracassos são fundamentais para o sucesso. Não são o oposto, são um sinónimo. Contudo só significam o mesmo se os cometeres em quantidade suficiente. O Robin Sharma chama-lhes “pesquisa”. Acho que é uma forma óptima de ver a coisa. Edison, depois de 10 mil tentativas para conseguir fazer uma lâmpada eléctrica, exclamou: “eu não fracassei 10 mil vezes, eu fui bem sucedido em encontrar 10 mil formas diferentes de fazer a minha lâmpada não funcionar.”

Tens um objectivo, dás o teu melhor, depois o resultado não foi o que esperavas?

Perfeito. Já descobriste uma forma de fazer a coisa não funcionar. Continua a descobrir outras e, um dia, irás dar com aquela que resulta.

Se o fracasso me aborrece? Sim, aborrece uma parte de mim, chamada ego. Mas ele, efectivamente, nunca foi o responsável por nenhum dos meus sucessos, porque hei-de dar-lhe ouvidos quando se trata de encarar fracassos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *