Este é o primeiro passo no teu processo de chegar à fala com a tua audiência, também chamado: captura de contactos.

Existem sistemas complexos de captura, mas todos se resumem a dois passos:

– Geração de tráfego qualificado (audiência “quente”) para uma página de captura onde estás a promover uma oferta grátis relevante para o público que pretendes atrair . Podes usar textos ou vídeo. Actualmente o vídeo começa a ser praticamente obrigatório, mas pode ser somente textos e fotos. Nessa página está um formulário.

Captura dos contactos através do preenchimento de um formulário por parte do visitante.

Depois de teres capturado os dados de contacto deste teu visitante, entregas a promessa (a oferta grátis) e os seus dados ficam registados numa base de dados de contactos, tipicamente num sistema de autoresponder (envio automatizado de emails) para posterior seguimento.

Parece complicado? Não é.

Existem sistemas inteiros já feitos com este propósito, nenhum deles muito caro.

O segredo para captares muitos contactos está numa habilidade simples, a ao mesmo tempo complexa: na tua capacidade de te conectares com o diálogo interior da tua audiência.

Todos nós temos pensamentos, desejos, preocupações e imaginação.

Estas coisas todas combinadas produzem aquilo a que podes chamar “diálogo interior”. Este diálogo, realmente, é mais um monólogo, mas não deixa de ser importante por causa disso. Ele é constituído por todos os pensamentos que temos ao longo no nosso dia, principalmente pelos pensamentos crónicos, ou “recorrentes”.

Para alguém que deseja ser reconhecido, um pensamento recorrente poderá ser gerado pela imaginação: irás falar em aplausos, palmadinhas nas costas, capas de revista.Para outra pessoa que deseja ser rica, vai pensar constantemente em dinheiro, na forma de o conseguir e o que acontecerá quando o tiver . Outro adora divertir-se e está sempre a arranjar formas de juntar amigos e organizar festas, outro ainda sente o desejo de aprender, de desafios, e então o seu dia é pautado por inovação, por riscos eadrenalina. Quem tem problemas de saúde, só pensa em doenças, quem tem problemas de dinheiro pensa em dívidas.

A tua capacidade de identificar os vários diálogos interiores da tua audiência, em colocares as soluções para os seus desejos na forma de um conteúdo grátis e a tua perícia em fazeres uma página de captura de contactos que promova o conteúdo gratuito sem revelar demasiado acerca dele, é o que determina a eficácia da tua página de captura.

O rácio entre entre o número de visitantes e o número de inscrições (o objectivo da página) chama-se “conversão”. Quanto melhor a conversão, mais efectivo tu estás a ser a gerar tráfego e melhor a adequação da página de captura à tua promessa.

Com este processo começas a construir o teu bem mais precioso: a tua lista de contactos.

Todas as pessoas que se increveram têm uma caracterítica comum: estão interessadas naquilo que tu tens para oferecer.

São a tua audiência “quente”.

Estão quentes porque já tomaram acção (inscreveram-se na tua página de captura).

A parte dos teus visitantes que não se inscreveu, está sólida, fria, pois não está suficientemente interessada para tomar acção. É com estas pessoas, no “estado líquido” que tu vais trabalhar .

Enquanto continuas a gerar tráfego para a tua página de captura e a gerar mais e mais contactos quentes, precisas de trabalhar com as pessoas que já tens inscritas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.