Precisas de saber que tipo de referência serás tu para a tua audiência (mesmo  que  ainda  não  saibas  quem  será  a  tua  audiência).

Existem  basicamente  três  tipos  de  “gurus”  (obrigado  a  Brendon Burchard):
1-  O que Sabe como Fazer
2- O que tem Resultados
3- O Modelo de Conduta

Não te deixes contaminar pelo mito segundo  o qual “quem  não tem resultados  não pode ensinar”. 

Simplesmente  não é  verdade.

Muitíssimas pessoas de enorme calibre são  verdadeiros gurus  em áreas nas quais não têm quaisquer resultados pessoais. Um dos melhores exemplos é Napoleon Hill, o autor do ultra best-seller “Pense e Fique Rico”. Quando ele  escreveu  e  publicou  o  livro  achas  que  ele  era  rico?  Não  era.

Então de onde lhe veio a autoridade para falar acerca do assunto?

Porque é que as pessoas compraram e compram ainda hoje o livro se o autor , que supostamente ensina a ficar rico, não é rico ele próprio?

Essa autoridade veio-lhe do conhecimento.

Para escrever o livro ele realizou centenas de entrevistas a centenas de milionários. Das  suas respostas tirou várias conclusões, procedimentos e métodos que os  evaram à riqueza.  Em  seguida  organizou  esses  conceitos  em  forma  de  livro  e publicou “Pense e Fique Rico”.

É natural que tu, por exemplo, se estás a iniciar-te  nesta  aventura  do  Marketing  Pessoal,  não  tenhas  ainda  grandes resultados  para  mostrar  (ou  até  podes  ter)  mas  precisas  de  saber  que podes ser um guru, um espírito orientador , iluminador  de pessoas, sem que tu mesmo tenhas ainda percorrido todo o caminho ou mesmo sem que  tenhas  ainda  ganho  um  único  cêntimo.

O ideal é que tu venhas a acumular as três formas de “expertise”, por isso  fazes  bem  em  conhecê-las muito bem nos próximos artigos e começar a trabalhar nisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.