Antes de responder a esta óptima pergunta, vamos fazer uma pequena viagem pela “velha-escola”.

O livro Marketing de Atracção e todo o Magnet System vieram remexer em muitas das formas ditas “tradicionais” de trabalhar com o marketing de rede. O princípio da “velha escola”, aquela que você e eu aprendemos e que nos foi ensinado pelos uplines é:

“fala com muitas pessoas”

Certo? Certo.

Mas para “falar” você tem de dizer alguma coisa.

E o que é que a ensinaram a dizer?

Se aconteceu consigo o que aconteceu comigo, eu fui ensinado que a minha empresa é a mais sólida, a de maior crescimento, a que tem os melhores cientistas, e os melhores produtos do universo. E o Plano de Marketing? O melhor do mundo, paga não sei quanto em percentagens e ainda mais uma resma de bónus. Como para fazer isto constantemente é preciso muito paleio, e nem toda a gente tem, então inventaram-se umas reuniões em que alguém explica tudo. Neste caso, “falar” com muitas pessoas significa simplesmente convidá-las para esta reunião. Isto é uma boa evolução do sistema anterior.

O problema é que as pessoas conhecidas acabam-se. Passado algum tempo já não nos podem ouvir. Algumas delas entraram outras não, e as que não entraram continuam a “levar connosco” até irem à tal reunião. Eu fui ensinado e fiz eu próprio isto algumas vezes:

Convidas o teu amigo para um copo ou para jantar, encontram-se num lado qualquer e depois leva-lo no teu carro até à apresentação. Assim, mesmo “à traição” porque de outra forma já sabemos que ele não quereria ir trabalhar connosco.

Não sei se este tipo de procedimentos soa familiar a alguém. Eu fiz isto algumas vezes e esta era uma prática ensinada nas formações, penso ser ainda utilizada por muitos distribuidores.

old_school_new_school

Para convidar pessoas desconhecidas o que é que ensina a “velha-escola”? Colocar folhetos nos carros e caixas de correio, colocar anúncios pagos nos jornais, sair à rua algumas horas por dia para provocar o encontro com pessoas desconhecidas e falar com elas acerca do negócio, fazer inquéritos, distribuir amostras caras de produto etc.

Em relação à internet os métodos recomendados são: publicidade paga (ppc), e disseminação de informação em redes sociais, através de spam acerca da nossa empresa, da nossa oportunidade que e a melhor de todas e a pedir para as pessoas: “aderirem”, “inscreverem-se”, “entrarem em contacto”, “comprarem produtos” etc. Depois um seguimento mais ou menos penoso por telefone com uma grande parte dos “interessados” a dizerem que afinal não querem e muitos outros a dizerem que vão à reunião somente para não terem de nos aturar, depois não aparecem. Soa familiar?

O que têm em comum todas estas formas de trabalhar? A perseguição.

Não quero desprestigiar estes métodos mas eles baseiam-se em “você ter de correr atrás dos seus prospectos”. Ora correr atrás de quem não quer é muito dispendioso em tempo e dinheiro. E em cada 20 pessoas atrás de quem a gente corre, uma está interessada no nosso negócio e quer saber mais.

Obviamente se você quer duas pessoas tem de correr atrás de 40 e assim por diante. Daí a célebre frase: “queres mais resultados, faz mais do mesmo”.

Será que nunca ninguém se lembrou de “fazer diferente” para ter mais resultados ao trabalhar em vez de “fazer o mesmo”?

O que nós, no Magnet System defendemos é que quem entender que estes métodos são os que quer e gosta, que continue a usá-los. Faça mais do mesmo. Mas também entendemos que tem de haver uma forma de fazer o negócio muito mais agradável e com mais resultados. Por isso foi desenvolvida a Empower Network.

Lazy Millionaires League

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *