“Para onde apontas o regador é onde as plantas crescem.”

A tua atenção aumenta e multiplica. É como uma lupa, tal como o regador.

Se te focares na dorzinha do dedo mindinho do pé todo o teu corpo dói, se pensares somente nas dívidas elas vão aumentar, se pensares no quão doente estás, vais ficar mais doente ainda, se pensares que ninguém te quer ainda menos pessoas te vão querer, se pensares no infeliz que tu és a tua infelicidade vai crescer.

Experimenta começar por agradecer, de coração, algumas das coisas boas que tens:

um tecto, uma companhia, algum dinheiro para comprar comida, um acesso à internet para poderes ler um blog como este, muita saúde, ainda que alguma doença possas ter, e todos os motivos para seres feliz, que são muitos se procurares bem.

Pára de regar as ervas daninhas e começa a regar as flores, os feijões e as couves do quintal em breve terás um jardim perfumado e toda a abundância que necessitas.

E lembra-te que tu é que estás em controlo do regador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *