“Inteligência é a capacidade de alguém se adaptar às mudanças.” – Stephen Hawking

O Stephen Hawking está para a ciência de hoje como Einstein esteve para a ciência dos anos 40 a 60. Não somente é um génio da ciência, é um génio humano.

Quando tinha 21 anos foi-lhe diagnosticada esclerose lateral amiotrófica, uma doença neuromuscular degenerativa que paralisa todos os músculos do corpo.

Imagina! Um jovem de 21 anos que descobre que não terá mais de um ano de vida. Vai ficar tetraplégico até, eventualmente, a função muscular do diafragma colapsar e morrer por asfixia.

Naturalmente ficou desfeito emocionalmente. Ficou, de facto tetraplégico e incapaz de executar qualquer movimento voluntário, incluindo movimentos com a cabeça, que passou a ficar imobilizada também. A respiração passou a ser garantida por um sistema artificial que substitui o diafragma.

Este jovem, recém formado pela Universidade de Oxford em física, doutorou-se na Universidade de Cambridge, já completamente paralisado. A sua mente em nada foi afectada pela doença e ele tornou-se no cientista brilhante que todos conhecemos. Porquê?

Porque mesmo preso a uma cadeira de rodas, sem capacidade sequer para segurar a cabeça na vertical, ele decidiu dar o seu melhor.

Depois dos 40 anos teve uma pneumonia, na sequência da qual foi necessário fazerem-lhe uma traqueotomia. Em resultado do procedimento ele perdeu também a voz.

Imagina, paralisado e mudo! Põe dificuldades nisso! Nem 5% de nós passam por metade do que ele passou. O que é que ele fez? Arranjou uma máquina, um sintetizador de voz, que lhe desse som às palavras.

É a voz artificial dele que aparece no disco dos Pink Floyd, The Division Bell, na faixa Keep Talking.

Um génio de ciência e uma inspiração como irmão humano. Vê só a perda que seria para toda a humanidade se ele tivesse desistido!

Compara os teus problemas e os teus sofrimentos. Se algum deles te impedir de dar o teu melhor, pensa no Stephen Hawking que é conhecido pelo seu cérebro de génio, mas a inteligência é, de facto, a sua qualidade menor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.