“O problema com a corrida de ratos, é que, mesmo que venças, continuas a ser um rato.” – Lily Tomlin

Os anglo-saxónicos usam a expressão “rat race” (“corrida de ratos”) como metáfora do modo de vida moderno. Os ratos em laboratório fazem corridas num labirinto para conseguirem chegar a uma recompensa no final. Esta experiência demonstra as extraordinárias capacidades dos ratos em mapearem nos seus cérebros um caminho através de um labirinto. No final, a recompensa.

As corridas dos ratos são uma interessante analogia:

corremos, corremos, tratamos disto e daquilo, trabalhamos como loucos para conseguirmos uma recompensa no final. Também estamos bem adaptados ao labirinto em que se tornaram as nossas vidas. Temos um mapa mental adequado e percorremos as suas passagens evitando os becos sem saída mais ou menos eficazmente.

 

O problema com este modo de vida é que, com cada viagem bem- sucedida, estaremos somente melhor preparados para, na próxima corrida, corrermos ainda mais rapidamente e mais eficientemente, não para deixarmos de ser ratos nem para nos libertarmos do labirinto.

Achas que te consegues libertar da corrida de ratos?

Achas que consegues ser dono do teu tempo, do teu corpo, do teu talento?

Terás algum dia a liberdade de poder correr por onde quiseres, quando quiseres, sem ter ninguém a espreitar por cima do teu ombro, a respirar no teu pescoço fazendo-te crer que precisas do pedaço de queijo no final do labirinto?

One thought on “A Tua Vida é uma Corrida de Ratos!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.