(Formação de Rui Gabriel sobre Blogar. Transcrição de Miguel Borges – IMPORTANTE: ver nota no final do artigo)

blog daily

BLOGAR é o 2º dos 8 Compromissos, que são realmente o nosso plano de acção. Vou partilhar a minha experiência. Ninguém ensina nada que não passe pela sua experiência. E por isso, o mesmo tema, tem abordagens diferentes.

Significa que nada do que eu disser é lei nem verdade absoluta.
Não sei a experiência que as pessoas têm de marketing de rede, mas no marketing de rede tradicional, o que acabei de dizer seria um sacrilégio. Mas como estamos numa rede de marketing especial, aqui é assim.

MOTIVOS

Vamos começar pelos motivos. O nosso trabalho real é gerar contactos e fazer vendas.

Gerar contactos significa, registar, cadastrar, numa lista do autoresponder, os emails das pessoas que querem saber informação sobre aquilo que temos para vender.

Não estamos a falar de spam (enviar informação para pessoas que não a pediram) nem colocar robots online a recolher emails. O que fazemos é gerar contactos reais e fazer vendas. As vendas fazemos maioritariamente através do email marketing. Quando alguém entra em contacto connosco, estamos o processo de venda. E damos a informação para a pessoa comprar o Pack de 25$. E antes disso geramos contactos.

O blog serve para gerar contactos e para fazer vendas. Penso que estamos todos sintonizados. Quando nos dizem para blogar todos os dias, é mesmo todos os dias. Fazer um artigo por dia é muito pouco. Nós temos que estar presentes na cabeça das pessoas muitas vezes. Mesmo usando a plataforma da Empower (que é muito boa) mesmo assim a exposição é pouca. Estamos a falar de influência.

Qual é o nosso trabalho. O nosso trabalho é gerar influência. O blog serve para eu estabelecer, para eu exercer a minha influência no meu meio. Vão ver que o meu blog tem centenas de artigos para gerar influência para causar uma determinada adesão das pessoas não somente às ideias mas a mim próprio. Envio os meus artigos do meu blog (50-60 por semana) para a minha lista de contactos (leads). Uma boa parte dos artigos serve mesmo só para eu gerar influência.

Temos que criar uma relação com a lista. Uma boa parte dos artigos que escrevo no blog são na realidade páginas de venda. Faço um vídeo, coloco o vídeo no blog e coloco o botão de compra. Uso o meu blog para o meu público, para as minhas leads.

FACEBOOK

É ótimo blogar e usar o SEO para gerar contactos, mas eu, para gerar contactos uso o Facebook.

Criei uma página de fãs e comporto-me com ela como sendo o meu blog. Comecei a tratar as minhas páginas de fãs como sendo o meu blog. Tem texto, vídeo e imagens e um carácter viral. Se eu colocar um artigo no meu blog, tenho determinado volume de tráfego, na página do Facebook tenho outro. Para o mesmo conteúdo, exactamente igual.

Imaginemos que 1000 pessoas vêem o meu artigo no blog num só dia (o que é imenso). Mas se colocarmos o mesmo artigo na página de fãs, facilmente o artigo é visto por 10.000 pessoas em poucas horas. O ideal é cruzar as duas coisas. Há coisas só no meu blog, outras só na pág de fãs, e outras nas duas.

Uma coisa muito importante, mesmo muito importante em relação a isso. No Inner Circle temos lá uma secção treino Lazy Millionaires. Ainda é possível quem tiver o Inner Circle. Esse mesmo plano de treino do Clube das Insónias ainda está disponível. Recomendo que comprem já para aproveitar.

Através do Facebook quando colocamos conteúdo consistentemente e persistentemente, então começamos a gerar muitos contactos. E muitos mais do que conseguiriam através do Blog. É claro que conhecer SEO é muito bom mas para quem está a começar pode alavancar muitos contactos por dia (de 10-250) com conteúdos no Facebook. Colocarmos conteúdo de qualidade.

Blogar é colocar conteúdo original na minha página de fãs e assim aumentar o meu poder de influência. Os meus links estão espalhados por todo o lado. E o meu conteúdo torna-se muito viral. Acabei de explicar como conectamos o nosso blog com a nossa página de fãs. Isto é como eu faço.

Temos ferramentas gratuitas para nós podermos usar por isso só temos que aproveitar. Estou a dizer isto mas não é para comprarem o Inner Circle só pela formação do Facebook. O Inner Circle vale por si. Tem cerca de 80 áudios neste momento que valem 100$ cada, mas só pagamos $100 por todos eles.

Então, nesta formação sobre Blogar, acabei de falar sobre a estrutura. Na minha opinião. Para mim, uma página de fãs funciona como um blog.

CONTEÚDOS

Agora vou falar conteúdos. Como ter conteúdos para escrever. Ou para fazer vídeos ou áudios.

Antes vou-vos falar de disseminação de conteúdos. Há muitas maneiras de o fazer. Vou dar um exemplo. Espalhar o conteúdo. Um vídeo pode ir para o DailyMotion, Vimeo, YouTube, FaceBook.

– Podemos extrair o audio e publicar no SoundCloud. Colocamos o mesmo vídeo em montes de sítios. Até há programas que colocam o vídeo em centenas de sites ao mesmo tempo.

Para extrair o Áudio precisam de um programa de edição de vídeo e depois gravar somente o áudio. Podem também gravar com o gravador de áudio do próprio computador: poem o video a correr e gravam o áudio.

Acho que o MovieMaker, ao gravar extraem o audio. Há muitos sítios sociais para alojar Áudios. Redes sociais próprias: SoundCloud. E há muitos outros.

– Posso transformar o vídeo num artigo. Escrevo o mesmo conteúdo que falei no vídeo. Coloco o artigo no meu Blog e na minha página de fãs do Facebook em resumo com um link para o meu blog.

– E fazem um resumo para um PowerPoint e colocam-no o SlideShare. Passei 5min a fazer um vídeo e 1 hora a distribui-los por n locais.

Cada uma destas peças, partilham em todas as redes sociais (Google +, Facebook, Twitter). Uma só peça, de repente gerou uma disseminação brutal na Internet. Links cruzados por todo o lado. E geram assim muita influência. Isto é uma dica que está nos cursos da Empower Network. Quem não os tem, recomendo que os compre.

É importante nós termos a informação porque é nos cursos que aprendemos estas coisas e, claro, muito mais do que isto.

Isto é o que podemos fazer com os vídeos. Para termos conteúdo basta estarmos sintonizados e não termos vergonha.

Como ter conteúdo.

Vou-vos dar algumas dicas para nunca terem falta de conteúdo.
A primeira coisa que temos que ter é um cérebro que nos permite pensar e ser crítico, ter uma opinião. Basta termos opinião e já temos assunto. Só que como não estamos treinados, não temos consciência.

E é claro que não podemos andar distraídos.
Um exemplo: ontem estava na casa de banho, e tinha lá uma revista Visão. 25% dos portugueses vivem com 14€/dia por mês. E fiquei mesmo escandalizado. E o artigo ia demorar muito tempo a escrever, por isso fui a correr buscar a máquina e fiz um vídeo.

Este vídeo, em dois dias já me gerou mais de 200 contactos! O vídeo é genuíno porque eu estava mesmo irritado. Então as coisas têm que ser feitos na hora. Os smart phones são fantásticos para fazer vídeos a qualquer momento. Tudo tem que ser simples.

Coloquei no grupo e pedi para quem usar o vídeo dar uma contribuição. E já está a gerar dinheiro. Estamos aqui por muito mais do que dinheiro. Isto vem das pessoas com quem me relaciono, do que leio, e veio do que li naquela revista. O nosso dia-a-dia é cheio de oportunidades. Comprei esta camara porque é simples, muito fácil de usar. Um smart phone tb é muito prático.

Também podemos fazer ao contrário do que disse acima e transformar os artigos em vídeos. Tudo é possível. O nosso negócio real é gerar influência. É isso que faz as pessoas aproximarem-se de nós. Eu não posso ensinar Direito a um advogado mas posso ensinar Internet marketing.

– Ler os livros, ouvir os áudios.

No nosso grupo do Facebook há centenas de histórias. Das mais simples às mais complexas. Temos muitas oportunidades de ter material com fartura para blogar.

As histórias de outras pessoas são muito poderosas. A Paula Garcia anuncia que fez 1.000$ num só dia. A historia serve para gerar contactos no Facebook mas também para gerar influência.

Vou-te explicar como eu “me aproveito” da Paula para gerar influência para mim mesmo:

Chamo a Paula, peço-lhe uma entrevista no Skype, gravo num vídeo o ecran. Faz-se um video de 5min. Um video vosso a entrevistar a Paula. No mesmo video estão os dois.

Imagina que tu não ganhaste nada até agora. Vais pegar no vídeo e coloca-lo por todo o lado e com o teu link, o teu nome, és tu o entrevistador, fazes um artigo a partir do vídeo, um ppt e um audio. O que colocas no Facebook colocas também no Twitter. E crias uma rede de links que é brutal, aproveitando o poder das redes sociais, se fizeres isto todos os dias.

Por isso é que o compromisso é blogar todos os dias. Isto é tudo para fazer todos os dias. Tu colocaste-te lá ao lado da Paula. Estás a tirar partido da credibilidade que a Paula já tem. E podes estar a fazer isto desde o primeiro dia. Sim, podemos usar as histórias das outras pessoas. Claro que é de bom tom pedir. É educado fazê-lo sempre que usamos a imagem de outra pessoa.

Vou dar outro exemplo. Gosto muito de ter blocos de notas. Blocos pequenos que possa transportar. Podemos fazer vídeos e podemos escrever. Nós estamos constantemente a falar connosco próprios ao longo do dia. Muito facilmente podemos usar coisas que vemos e pensamos. Basta estar atento e ter uma opinião. Mas temos que escrever sempre.

A nossa profissão é gerar influência com o objectivo de gerar contactos e fazer vendas. Aproveitamos a influência uns dos outros quando usamos as histórias uns dos outros. Por isso é que temos que blogar todos os dias. Se pudermos colocar 5 posts num dia e encharcar a Internet de conteúdos vossos por todo o lado. É isso que recomendo a toda a gente. Se colocarmos as nossas opiniões por todo o lado… De que forma? De todas as formas. E espalhamos por todo o lado.

Ler um pouco de um livro por dia, ouvir um audio, estar focado na nossa mensagem, ter um propósito, ter uma missão. Usem conteúdo original e as histórias dos outros. Recomendo que se inscrevam nas listas de email do pessoal todo do grupo. Porque vão receber conteúdo para vos dar ideias.

Pessoal, não copiem porque isso não acrescenta nada. Copiar coisas dos outros não serve de nada. Se copiarmos temos que pedir autorização para copiar. Não somos carneiros a cheirar o traseiro uns dos outros.

Temos que usar a inteligência para produzir os nossos próprios conteúdos. Quando mais próprio e melhor for, mais influência vai gerar. Contar a história dos outros, partilhar a nossa opinião.

Blogar todos os dias e muito. Para gerar contactos e fazer vendas.
Se chegarem ao fim do dia e não ganharam dinheiro, fizeram algo de errado. Se não têm dinheiro para fazer publicidade paga, têm que colocar muito conteúdo online. Por todo o lado.

É ridiculamente fácil, fazer o negócio desta maneira. E muito divertido. Trabalharmos no nosso próprio crescimento pessoal.

E fica cada vez mais fácil vender, e vender muito, e afiliar um batalhão de pessoas inspiradas pelo teu exemplo e pelas tuas histórias.

Queres ter uma ideia do complicado que é uma pessoa tentar ter sucesso sozinho, sem Lazy  Millionaires? Imagina teres de descobrir todas estas coisas por ti mesmo! Imagina não poderes usar histórias de sucesso de outras pessoas nem aproveitar a dinâmica delas para criares a tua própria reputação? Achas que chegarias lá?

É possível…. depois de anos de trabalho árduo e solitário em vez de simples e divertido.

…………………………….

NOTA Importante para os leitores deste Blog:

Este artigo está feito numa linguagem oral e foi transcrito. Nem todas as frases estão corretas e nem todas as ideias estão perfeitamente encaixadas, mas está aqui um registo fiel do treino realizado.

Se ainda não és um LAZY MILLIONAIRE e estás a lutar pelo lugar ao sol que mereces, faz isso adquirindo AQUI a tua subscrição básica agora mesmo.

Vais estar em contacto pessoal com o Rui Gabriel em poucas horas e vais iniciar o teu caminho para o topo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.