“Os homens inteligentes querem aprender; os outros ensinar.” – Antón Tchékov

Este blog foi iniciado com o intuito de concentrar no mesmo local todas as frases que eu encontrasse e que conseguissem, do meu ponto de vista, iluminar com uma luz diferente o significado da vida. Rapidamente verifiquei que uma boa parte do valor do blog seriam as minhas próprias considerações acerca dessas frases exprimindo a minha visão e vivência pessoal desses assuntos.

Com o tempo, este exercício de auto-avaliação e meditação foi-se tornando uma peça fulcral no meu dia na medida em que deste modo criei a disciplina de dedicar pelo menos alguns minutos à reflexão e avaliação do meu modo de vida: sonhos, projectos, planos e acções. Deste modo a escrita diária tem sido para mim uma escola de desenvolvimento pessoal que muito recomendo.

Se te identificas com o desenvolvimento pessoal e gostas minimamente de escrever, encontra um tema que te agrade e estuda-o enquanto partilhas num blog o que vais descobrindo.

Eu penso que não serei dos mais inteligentes, até porque tenho um bocado a mania de ensinar.

Nesse aspecto sou como a maioria: ainda mal sou estudante e já quero ser mestre.

Em todo o caso não me parece útil esperar saber tudo para começar a partilhar as descobertas.

O primeiro leitor deste blog sou eu mesmo, e sou também o primeiro a tirar ensinamentos daquilo que ele diz.

Gosto muito da frase célebre “quem sabe fazer, faz; quem não sabe fazer… ensina“.

Por isso desconfia dos mestres e verifica se eles fazem o que dizem e se têm, ou estão a caminho de ter, os resultados que apregoam.

Não queres desperdiçar o teu tempo com ilusões.

Terás muitos mestres, mas só um te ensinará: Tu. Não te esqueças é de desconfiar também deste enquanto continuas o teu processo de busca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.