Este artigo não te vai ensinar nada nem sei se valerá a pena o leres. 

Já trabalhei como empregado, como professor, como militar, como empregado de supermercado, músico e outras coisas, mas o reconhecimento normalmente sempre era menor do que o valor demonstrado. Não sei se acontece ou já aconteceu contigo.

Por isso este post é para mim muito importante, apesar de para ti poder não o ser, uma vez que não tenho a certeza de que vás retirar daqui alguma coisa útil para ti.

A verdade é que me estragam com mimos 🙂 e hoje venho aqui para  meu blog gabar-me descaradamente disso.

Há uns dias atrás, fui convidado pela Empower Network a integrar o grupo dos 20 membros a nível mundial chamado Leadership Council.

É um órgão consultivo que a empresa utiliza para ajudar a definir o marketing, produtos, estilo, filosofia, regras de funcionamento etc. 

Imagina o que é estar num grupo destes!! E não fui convidado sozinho: outros 7 lazy millionaires de trabalho estão lá.

7 em 20, a nível mundial! Imagina o meu orgulho!

Agora, mais recentemente recebi outro convite da Empower: 

Produzir treinos em áudio, quantos áudios eu quiser, sobre os temas que muito bem entender, com a finalidade de integrarem um dos melhores produtos da Empower: o Inner Circle.

Claro que estou feliz e orgulhoso.

Mas do que venho mesmo gabar-me é das reações dos Lazy Millionaires quando coloquei um recorte do email de convite no grupo do Facebook.

Este é o reconhecimento que mais me importa: das pessoas que trabalham comigo no dia-a-dia. Para mim, a forma como sentem o meu sucesso diz tudo acerca do nosso ADN de vibrarmos com o sucesso uns dos outros.

E, venho para aqui gabar-me não é do meu sucesso, mas da equipa que tenho e a que pertenço.

ELES são o meu orgulho e a minha alegria e são os melhores parceiros de trabalho que alguém poderia desejar.

Olha aqui o recorte do Face:

Um dia de Outubro, há 23 meses atrás iniciei este projeto com uma subscrição inicial de 25 dólares igual a esta.

Quem diria onde essa subscrição me iria levar?

Quem diria naquela altura que eu teria contato com pessoas tão boas, generosas e amigas?

Desculpa estar aqui a gabar-me, é preciso ser descarado! Mas hoje, deixa-me ser.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.