“Não conseguimos sobreviver, mas parece que também não conseguimos morrer.”

Mãe escravizada de crianças escravizadas no Nepal, citada por Kevin Bales.

A escravidão no mundo é ainda uma ferida aberta nas consciências do primeiro mundo. E falo de escravidão mesmo, não em casamento falhado ou patrão abusador. Falo de famílias inteiras, crianças pequenas incluídas, que trabalham sob ameaças de violência física permanente, em troca de comida má.

Não posso deixar de colocar aqui um vídeo TED que mudou muitas coisas no meu chip mental.

Como é possível acontecerem coisas destas debaixo do meu nariz?

O que tenho eu a aprender com isto e o que posso eu fazer a respeito?

Vê e faz o que quiseres.

Podes ver no site TED.

Movimento “Libertar os Escravos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.