Quando me perguntam “quanto é preciso investir para começar” e eu respondo por exemplo: de 200 a 6.000 euros… algumas pessoas respondem: “ah, mas nem toda a gente tem esse dinheiro”!

E “quanto tempo preciso gastar?” e eu respondo “de 2 a 24 horas por dia”, algumas pessoas respondem: “Ah, mas nem toda a gente tem esse tempo”.

E perguntam-me por vezes: “É preciso saber muito de Internet?” ao que eu respondo: “podes saber somente ler um email e navegar” e algumas pessoas respondem que “Ah, é que nem toda a gente sabe navegar na Internet, e nem toda a gente tem computador”.

Ainda não entendo qual a razão desta respostas. Por exemplo: O que é que tem a ver o facto de haver pessoas que não têm cabelo (é que nem toda a gente tem cabelo) com o facto de eu querer ficar rico a vender shampoos? Quem não tem cabelo, não compra. Eu vendo a quem tem.

Dahhh!

A realidade aqui, porém, é um pouco mais complexa do que “vender shampoos” porque uma grande parte do foco do meu trabalho (e do nosso) é o que ajudar as pessoas a terem uma vida diferente. (como te recordas, o nosso mote é “Desfrutar a Vida e Fazer a Diferença”)

Havendo pessoas que “não têm tempo”, que “não têm dinheiro” e que “não têm competências” (não percebem nada de internet nem de negócios) como é que ficamos?

Ajudamos ou não ajudamos? Trabalhamos somente com quem tem ou ajudamos quem não tem?

Não são boas estas perguntas? São sim senhor. E respondo a elas no vídeo que fiz hoje num lago lindíssimo no Canadá ode estou de férias por uns dias com a família:

O vídeo foi gravado precisamente neste local:


Ainda és Galinha ou já és Águia?Regista-te

(Instruções de preenchimento aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.