“Só conseguimos melhorar aquilo que podemos medir.” – José Carlos Loureiro

Os pequenos empresários em geral contentam-se com um certa intuição para gerirem os seus negócios. Está correcto porque a intuição é, frequentemente, a melhor forma de captar uma visão geral que o raciocínio não atinge.

Contudo, se há aspectos da vida que não podem ser medidos, como a
espiritualidade, a realização pessoal e o amor, outros há que não só podem
mas devem ser medidos porque a sua própria natureza é mensurável. Falo de crescimento económico, facturação, taxas de conversão num site, rácios diversos.

Se tens um pequeno negócio próprio ou pretendes vir a ter um, lembra-te do seguinte:

  • Se não sabes quanto gastas, não poderás nunca poupar.
  • Se não sabes quanto ganhas, não poderás nunca aumentar os teus rendimentos.
  • Se não sabes quanto estás a crescer ou a decrescer, não poderás tomar medidas adequadas.

Existe uma parcela racional no comando das nossas vidas que não
deves descurar.

Verifica o que pode ser medido e mede-o para o melhorares, verifica também o que não pode ser medido e não tentes medi-lo nem encaixotá-lo em categorias com etiquetas porque a natureza daquilo que não podes medir é ser fluido e escorregadio à razão.

Quando conseguires integrar ambas as realidades uma com a outra podes dizer que és inteiro e não estás dividido.

Não esqueças, a motivação não a podes medir, mas podes medir os seus efeitos. O amor não pode ser medido, mas podes medir as suas realizações. E a realização pessoal não consegues medi-la, mas podes avaliar os efeitos do stress.

Por outro lado, a conta bancária pode ser medida, mas tu queres dar-lhe um sentido, a facturação tu podes medi-la mas queres que reflicta práticas éticas, o teu rendimento pode ser medido, mas tu queres que ele seja um reflexo do número de pessoas que ajudas a melhorar os seus rendimentos também.

Mede e avalia o que pode ser medido e avaliado mas dá-lhe um sentido.

Aprecia e desenvolve as qualidades que não podem ser medidas, mas cria
formas de avaliar os seus efeitos e resultados.

Penso que assim serás uma pessoa inteira, integrada, com sentido de objectivo na vida e meios para o perseguir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.