“É muito fácil mudar, basta começar pelo que não se vê.”

Não penses que mudar é difícil. Não é. Não tens de mudar tudo agora, nem tens de mudar nada complicado. Não.

Para mudar precisas de algumas condições:

  • Saber em que situação te encontras e não gostar dela. Se queres mudar tens de ter consciência do que não está bem na tua vida e querer a mudança.
  • Ter bem claro na tua mente qual a situação em que queres estar. Pensa um pouco sobre ela e visualiza-a com clareza, como és tu, nessa situação, como são as tuas roupas, o teu porte, a tua satisfação, como são as pessoas à tua volta, as coisas que te rodeiam.
  • Verificar com honestidade quais os teus hábitos actuais que te colocaram e mantêm na situação actual. Pode ser excesso de trabalho, preguiça, procrastinação, tabaco ou álcool, um feitio violento, ou tímido, hábitos nefastos, sei lá, o que for o teu caso.
  • Fazer uma lista de todos esses hábitos. Depois classifica-a por ordem de importância: Qual o hábito, ou modo de ser mais responsável pela tua situação actual, depois o seguinte, depois o seguinte e por aí fora.

Depois de teres esta lista, olha bem para o topo. Lá estão aquelas tuas características que são mais difíceis de mudar e que são as maiores responsáveis pela tua infelicidade.

Só de pensar em mudá-las tu desanimas porque não te parece possível, estão tão cravadas em ti, tornaram-te tão dependente que não consegues imaginar ver-te livre delas.

Não te preocupes, não são essas que tu vais mudar. Foca-te em vez disso nas do fundo da lista, nas mais fáceis, naquelas coisas que tu podes mudar sem grande esforço, basta querer e estar atento.

É por aí que inicias a tua mudança de vida, pelas coisas mais prosaicas, mais fáceis. Vais substituindo essas características destrutivas, ainda que moderadamente destrutivas, por outras construtivas, ainda que moderadamente construtivas.

E pronto, é só isso.

Agora parece que te ouço a perguntar: “Então e as coisas grandes? Aquelas que são as principais responsáveis pela minha situação actual? Não importam?”

É claro que importam. Importam tanto que sem as dominares nunca terás a tua metamorfose completa, mas deixa-as para o fim, vais crescendo desde a base, vais ganhando novos hábitos simples, e vai chegar um dia em que simplesmente decides terminar com um dos hábitos nefastos que te mantêm prisioneiro, mas quando isso acontecer, estás fortalecido por dezenas de pequenas mudanças, efectuadas discretamente, pela calada da noite.

3 thoughts on “Mudar de Vida em 5 Minutos”

  1. Pingback: Cuidado! “Eu Só Tenho Uma Palavra” Pode Ser Uma Ideia Perigosa! ⋆ Rui Gabriel.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.