“O Natal, meus meninos, não é uma data, é um estado de espírito.” – Mary Ellen Chase

Talvez o Natal seja uma época em que sentimos mais a amizade, a generosidade de dar, a humildade de receber, o valor humano das coisas.

Olhando para o ano que passou, desde o último Natal, tenho de reconhecer que muitos dos dias foram dias de Natal. Sim, este ano foi pródigo em alegrias, desafios, amizade, generosidade e humildade. Sei que dei o máximo que pude dar e agradeço o facto de ter recebido muitíssimo mais.

Quando chegar a Março, irei avaliar quantos dos meus dias do primeiro trimestre foram dias de Natal e assim saberei se terão valido a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.