“Se pensa que é demasiado pequeno para ter um impacto no mundo, tente dormir com um mosquito no quarto.” – Anita Roddick

As pessoas que mais impacto têm no mundo são sem dúvida os Activistas.

Por activista entendo alguém que tem ideias muito claras acerca do futuro que pretende e sabe que, mesmo que esteja de momento sozinho, pode fazer a diferença. São estas as pessoas que dão 200% de si mesmas por uma visão, uma ideia. Não são simplesmente idealistas, não. Eles são activistas. Quer dizer: actuam, agem.

Os seus cérebros funcionam de forma muito poderosa: têm uma visão, objectivos, cercam-se da informação e influência adequada para se capacitarem, traçam planos de acção que executam de forma determinada, têm uma disciplina de ferro na concretização de tarefas e colocam sempre o seu próprio conforto em último lugar.

  • Pensam muito, estudam muito, durante pouco tempo.
  • Depois actuam durante muito tempo com persistência.
  • Lidam com as derrotas de forma equilibrada, sabendo que cada uma é mais um passo na direcção certa, fazem o mesmo com as vitórias.
  • Apesar de terem muitos altos e baixos emocionais, vontade de desistir e desilusões, a emoção dominante é o entusiasmo que lhes vem da certeza de que a cada dia estão mais próximos do sonho.

Tu precisas de ser um activista, precisas de descobrir o teu propósito e agir. Pensar muito é bom, desde que seja por pouco tempo. As acções precisam de mais tempo que os pensamentos, por isso dedica a maior parte do teu tempo a executar.

Se quem actua é Activista, quem só pensa é o quê? Pensionista?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.