“Não encontre um defeito, encontre uma solução.” – Henry Ford

O mal das “frases feitas” é que, frequentemente, são repetidas tantas vezes que o seu sentido esfuma-se. Esta é uma delas.

Penso que não há ninguém à face deste planeta que não concorde com ela, mas apostaria que nem uma pessoa em cada dez a aplica numa base diária.

Não tenho muito para dizer a respeito deste assunto, não tenho uma perspectiva original nem um ângulo pessoal.

Sempre que te encontrares com um problema, um defeito, um desafio, contempla-o em profundidade e demora o tempo que for necessário para teres uma ideia do que se passa (se demorares mais de 1 minuto estás a condescender).

Depois foca-te nas soluções e não voltes a pensar no problema, a não ser para verificares que está resolvido ou, pelo menos, encaminhado.

Eu sei que não é fácil abdicar daquela pontinha de vitimização que a gente gosta de sentir quando as coisas correm mal, e de dar a conhecer essa “desgraça” ao nosso círculo de família e amigos para terem pena de nós.

Mas isso é algo que tens mesmo de deixar, como um drogado ou alcoólico tem de deixar as drogas ou o álcool.

É aí que jogas o teu futuro: deixa o papel de vítima no bolso das outras calças e assume o teu papel de vencedor, que é o que tu és por natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.