“Qualidade não é um acto, é um hábito”. – Aristóteles

De tudo o que é feito de bom, uma parte resulta das acções de pessoas extraordinárias, mas a maior parte vem dos pequenos hábitos de pessoas comuns como tu e eu.

Nós somos animais de hábitos, quando fazes algo de bom, fora da tua rotina, continua a fazê-lo consistentemente até se tornar um hábito. Isso faz-te passar ao patamar humano seguinte.

Imagina que tens a ideia de fazer voluntariado. Se nunca o fizeste será para ti difícil abdicar das noites ou dos fins-de-semana. Contudo só precisas de o fazer umas quantas vezes, até se tornar um hábito. Depois disso já não saberias o que fazer com os teus sábados sem aquela actividade.

Tens algo no teu trabalho que te incomoda. Evitas fazê-lo, apesar de ter de ser feito. É boa ideia tornares-te um especialista precisamente nisso, naquilo que te incomoda ou naquilo que te pode mesmo meter medo.

Quando fazes algo de bom e essa acção se torna um hábito, a bondade dessa acção fica para sempre incrustada na tua aura e tu tornas-te mesmo uma pessoa melhor.

Entra no hábito de criar hábitos, vai revolucionar a tua vida.

Artigo Relacionado: Os 3 Hábitos do Guru

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.