“O processo de mudança de vida é mais importante do que atingir um objectivo ou medir progressos.” – Theodore Isaac Rubin

Eu tenho observado pessoas de muito sucesso em várias áreas da vida e detectei um ponto em comum:

todas elas são bem-sucedidas fazendo coisas que amam.

Ninguém pode ter sucesso duradouro se não tiver apaixonado pelo processo de ser bem-sucedido, pelas pequenas coisas diárias que é necessário fazer.

Um medalhista de ouro da maratona não poderia chegar ao pódio se não amasse a corrida simplesmente porque não suportaria as horas intermináveis de treino diário, anos seguidos. O gestor não poderá ter sucesso se detestar a gestão, um sapateiro o cheiro do couro, um cozinheiro a comida, um pasteleiro os doces, um construtor o trabalho manual, um caçador o ar livre, um vendedor as relações humanas.

Investiga bem as coisas que amas fazer, que te fazem sentir bem contigo mesmo e completo.

Se a tua profissão é outra coisa e tens de colocar comida na mesa fazendo algo que detestas, encara a tua posição como provisória e começa hoje a fazer o que realmente amas.

Começa como hobbie ou part-time, mas o importante é começar.

Depois inicia o processo de rentabilização dessa tua paixão. No futuro poderás viver dela e quem sabe, viver muito bem porque as nossas paixões têm “o defeito” de nos dar muito mais do que aquilo que recebem de nós.

Verás que o caminho já é parte do resultado, o processo de mudança de vida é já a mudança em si mesma.

Se não sabes ainda o motivo porque estás aqui eu digo-to: para te ires tornando cada dia mais feliz a começar por hoje. Hoje pode ser o teu primeiro dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.