“Eu dormi e sonhei que a vida era só alegria. Despertei e vi que a vida era só serviço. Servi e vi que o serviço é alegria.” – Rabindranath Tagore

Eu ouvi muitas vezes o Jim Rohn dizer: “se não tens o sucesso que pretendes é porque ainda não serves as pessoas suficientes” e “riqueza é servir muitos“.

Nós temos um “termostato” de sucesso bem implantado dentro de nós.

Chama-se alegria.

Se fazes algo que te traz tristeza não sei em que caminho estás, mas não é no do sucesso seguramente.

Quando pensas numa ideia, e ficas a matutar se deverás ou não executá-la, ou te surge uma oportunidade e ficas na dúvida, a fazer contas e cálculos, poderás tomar uma decisão acertada verificando se sentes uma alegria interior indescritível, parece que essas ideias encaixam com qualquer coisa, não sabes bem o quê… Se isso acontecer estás no bom caminho.

Já ouviste dizer milhares de vezes a frase:

“segue o teu coração”.

O Paulo Coelho fala de “lenda pessoal”. Por acaso sabes o que significa seguir o teu coração no teu dia-a-dia?

Exactamente isto: faz o que te traz alegria.

O melhor é que nem é preciso procurares muito.

Se não sabes o que te dá mais alegria experimenta isto: serve

Começa pelas pessoas à tua volta. Pára de exigir e começa a servir. Pára de perguntar: “o que tenho eu a ganhar com isso” e “faz-me isto, ou faz-me aquilo” e começa a perguntar: “em que posso ser útil?”

Há milagres, mas aqui não há mistério: se servires muitos serás grande, se servires poucos não serás grande coisa, se quiseres somente que te sirvam a ti não vales uma bosta e o teu termostato andará em consequência sempre muito em baixo.

Nada que não possas modificar num segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.