“O que é útil para as pessoas é útil para o negócio.” – Leo Burnett

Não existe negócio sem pessoas. Em tempos de mudança, como são os tempos de crise, muitas pessoas pretendem e precisam de ganhar mais dinheiro. Isso cria uma procura enorme de soluções. Quem as tiver faz muitos e bons negócios, porque o que ajuda as pessoas é útil par o negócio.

Se procuras uma forma de criar riqueza para ti e para quem te rodeia, não penses no que tu tens para dar, mas naquilo que as pessoas precisam. Em seguida arranja uma forma de lho proporcionar. Só isso.

Pensa bem nas competências que tens e verifica se existe uma tendência no mercado para procurar alguém com essas competências. Se sim, fantástico. Avança com o teu negócio. Se não, fantástico na mesma: desenvolve novas competências e depois avança com o teu negócio.

Um dia, há muitos anos, eu decidi fazer design gráfico. Procurei emprego nessa área. Ninguém me quis contratar. Então decidi fazer o meu próprio emprego como designer. Mantenho essa profissão e tenho clientes desde essa época.

Ganhei imenso dinheiro usando um computador numa época em que a maioria das empresas gráficas faziam montagem de fotolitos à tesoura e fita-cola com um custo calculado ao cm2.

10 anos depois esse mercado estava completamente saturado. Hoje não se ganha dinheiro a não ser que tenhas uma sólida reputação e clientes que valorizem a tua arte. Uma pessoa nova não ganha dinheiro nesta indústria.

O mesmo se passou com os computadores. Hoje há técnicos por todo o lado, preços baixos, enorme concorrência. Nada que se compare com os anos 90 em que toda a gente queria um PC, as vendas davam 50% de lucro e as empresas de informática surgiam do nada todos os dias. Grande oportunidade. Hoje, é um negócio de cêntimos e, como todos os negócios de cêntimos, precisa de ser feito numa escala diferente. Quem quiser começar hoje um loja de informática vai ter muitas dificuldades.

Passou-se o mesmo com as telecomunicações e os telefones celulares, imobiliário, créditos pessoais e cartões, entre outros.

Hoje, como sempre foi, a oportunidade reside nas soluções.

Quem tem soluções para o que as pessoas querem é que irá ter sucesso.

Só que o que as pessoas querem e precisam hoje não é o mesmo que queriam e precisavam há 3 anos.

Precisas de estar atento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.