“Um computador venceu-me um dia no xadrez, mas não esteve à minha altura no kick-boxing”. – Emo Philips

Que te hei-de dizer?

Efectivamente encontrei algo em que posso ganhar e é isso que faço. Tenho algumas vantagens em relação ao “adversário” e aproveito-as ao máximo.

Um dia lamentei-me que não conseguia ganhar dinheiro que se visse sendo professor. O sistema de ensino levou a melhor. A minha outra carreira de músico terminou, e a de fotógrafo nem iniciou. Fui derrotado em toda a linha. Mais tarde iniciei a vida militar e aí levei uma coça, depois agarrei o design gráfico e o marketing, mais tarde o web-design. Finalmente achara uma modalidade em que podia dar cartas e dei… durante algum tempo, enquanto a tendência não estava instalada e não havia 5oo mil milhões de webdesigners a crescer debaixo dos vãos das escadas. Entretanto fui encontrado pelo marketing de rede e pelo internet marketing e aqui as coisas mudaram de figura: achei o meu kick-boxing.

Sou um génio? Conheço os segredos todos? Não, mas domino um desses segredos muito bem. Para te ajudar a entender este segredo aqui vai uma historieta catita:

Dois homens tinham ido pescar salmões nos rios bravios das florestas do Canadá. Enquanto estavam muito entretidos na pescaria apareceu ao longe um urso, obviamente disposto a eliminar os intrusos. Eles fizeram o que eu faria no lugar deles: fugiram a sete pés.

O que eles não sabiam é que o urso corre a mais de 60 Km/h por hora e um recordista dos 100m não consegue mais de 37Km/h. Qualquer um deles, por muito veloz que fosse, nunca conseguiria velocidades superiores a 20Km/h tendo em conta as roupas molhadas e as botas de borracha que os cobriam até ao peito.

Presumo que estivessem demasiado assustados e que não tivessem feito estas contas. Desataram a correr desalmadamente. A esperança de escaparem ao urso era, obviamente nenhuma.

Então, enquanto o urso se aproximava um deles parou, despiu as calças de borracha e sentou-se no chão para as arrancar dos pés enquanto tirava da mochila um par de sapatos de ténis e os calçava apressadamente. O outro homem parou também e olhou estupefacto para o que o colega estava a fazer.

– “Mas, o que estás tu a fazer? Achas que, com os sapatos de ténis
conseguirás correr mais rápido que o urso?”

Ao que o primeiro respondeu:

– “Não. Mas eu não preciso de correr mais depressa que o urso, basta-me correr mais depressa que tu.”

E é assim que qualquer pessoa pode ter um sucesso muito acima da média: estando com atenção às tendências poderás posicionar-te, aprender, experimentar e cometer erros.

Quando a tendência estiver instalada já não poderás dar-te ao luxo de cometer erros e nem sequer de perder muito tempo em experiências e aprendizagem: a concorrência fica cada vez mais
feroz, o urso aproxima-se.

Pessoalmente descobri o marketing de rede e o internet marketing e identifiquei estes sectores como oportunidades ainda no início-do-início em Portugal e mesmo em outros países de língua portuguesa. Essa ainda é a situação actual. Posicionei-me, aprendi e experimentei. Cometi e cometo erros, mas a aprendizagem avança veloz enquanto meio mundo anda a tentar correr com umas botas de borracha que lhe chegam ao pescoço.

Para ter sucesso preciso de ser um génio? Terei de correr mais depressa que o urso? Não, de maneira nenhuma, somente tenho de estar um ou dois passos à frente de todo o mundo.

Um dia destes uma pessoa disse-me que eu era uma pessoa extraordinária, fora de série, e outros elogios. Infelizmente nada disso é verdade, por muito que a ideia me agradasse. Se tenho algum mérito foi o de parar, tirar umas botas pesadas que me tolhiam os movimentos, calçar um par de sapatos de ténis e estar uns poucos centímetros à frente da maior parte das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.