Li um artigo de Karen Sargent, sugerido pela minha esposa a Melissa, que tenho de colocar aqui senão expludo (o artigo em inglês pode ser encontrado aqui.  O que tenho aqui em baixo é uma tradução livre, comentada e adaptada que espelha melhor a minha visão da temática).

Chama-se “Os 12 Sabotadores Que Te Impedem de Ser Bem-Sucedido”

1- Comparas-te com os outros.

Seja no começo de um negócio um na aprendizagem de algo novo, comparas-te com quem já está lá há mais tempo e esperas ter agora resultados parecidos com os deles.

Como só vês o sucesso e não o processo não tens consciência das lutas, erros e centenas de pequenas melhorias que essas pessoas fizeram cada dia e achas que nada disto aconteceu, que os resultados são imediatos.

Em comparação com essas pessoas sentes-te desintegrado, incapaz e desencorajado.

Muda o teu foco. Em vez de te comparares com os outros, compara-te contigo mesmo: como eras ontem em comparação com o que és hoje, o que sabes e consegues fazer hoje, comparado com o que conseguias há uma semana.

Esta forma de pensar é mais real e dá-te uma ideia mais verdadeira dos progressos que estás a conseguir.

 

2- Colocas as Questões Erradas a Ti Próprio.

Passas tempo e gastas energia pensando no “e se…”

  • “Se” o que estás a fazer é possível…
  • “Se” tens as competências necessárias…
  • “Se” estás a fazer as coisas certas…

Estas perguntas só atrapalham porque sugam-te a energia e a motivação. Substitui estas perguntas por outras, como:

  • Como é que vou por isto a funcionar?
  • Qual é o próximo passo?
  • Quem é que me pode ajudar nisto?

E gasta a tua energia a encontrar as soluções que te aproximam mais e mais do sucesso.

 

3- Esperar que os outros “aprovem”

Tu queres ter a aprovação das pessoas de quem gostas e que gostam de ti. 

Na tua mente crias a sensação de que, se eles aprovarem isso confirma que estás no caminho certo. Tu não queres desapontá-los e ficas bloqueado e paralisado por um comentário desagradável, ou uma reação pouco entusiasta.

Todas as pessoas de sucesso têm situações em que precisam fazer algo difícil e contra as opiniões de outras pessoas.

TU precisas de saber o que é melhor para ti, confia no teu instinto e no teu coração. Vive de acordo com as tuas expectativas e não com as dos outros e tu tens muito mais probabilidades de viver uma vida feliz e de inspirar outras pessoas, mesmo aqueles que tinham sido críticos ou pouco entusiasmados.

 

4- Esperar Pelo Momento Certo

Continuas a adiar coisas porque “não é o momento certo”. Precisas, dizes tu, de melhorar isto ou aquilo, de ganhar mais experiência, ter mais dinheiro, mais tempo, ou precisas de receber um sinal para finalmente avançares.

Isto e somente a tua mente a pregar-te partidas e a conseguir. O tempo certo é AGORA MESMO! (sim, agora mesmo).

Somente depois de começares é que vais ter uma noção real do que tem de ser feito, mudado, melhorado.

Eu gosto de dizer que : “não se pode manobrar um barco parado” por outro lado, se estiveres em movimento, fazendo coisas, tudo se pode aprender, mudar e melhorar.

 

5- Esperas Resultados Imediatos

“O Quê?” – Diz-te a tua mente- Colocaste tanto esforço nisto e ninguém sequer reparou? Já fiz isto e aquilo e ainda não estou rico? Isto é uma perda de tempo, mais vale parar com isto.”

Tenho amigos que me chegaram a dizer este tipo de coisas :): 

  • – Já escrevi um artigo no meu blog há mais de 1 hora e ainda não aparece na primeira página do Google!
  • – Já comecei este negócio há uma semana e ainda não ganhei mil dólares.
  • – Já fui ao ginásio duas horas e ainda não perdi peso nenhum.

Tens de ser paciente, persistente, dar a ti mesmo prazos realistas. Se não conseguires fazer isso, por inexperiência, confia na experiência dos outros que tenham passado pelo que tu estás a passar e que te possam e queiram orientar (é boa ideia ter um mentor).

 

6- Não Tomas Ação

Fazes listas, planos lindíssimos. Re-escreves esses planos, olhas para eles, tiras uma vírgula e acrescentas um ponto. Discutes o plano, visualizas o plano, criticas o plano. Fazes tudo menos pôr ação no plano.

O teu primeiro passo, por muito imperfeito que seja é mais útil do que todos os planos do mundo.

O mais engraçado é que, provavelmente, o teu primeiro passo vai mudar todos os planos que tinhas feito (com tanto carinho tempo e dedicação) e que agora percebes que não servem para nada.

Gasta a maior parte do teu tempo a agir e não a planear. Isto, se quiseres chegar a algum lado.

 

7- Crias “Ocupacionite”

Até aqui este é o melhor sabotador até agora. Passas horas ocupado a fazer coisinhas e coisetas, Facebook, apps, navegar por navegar (“podes mesmo chamar-lhe “pesquisa” ou “estudo”).

Chegas ao final do dia e não fizeste nada. Ao final da semana, do mês, do ano e nada aconteceu.

Se estás neste caminho, dá um passo atrás e verifica quais são as tuas açoes produtivas num dia e quais as não-produtivas.

As produtivas são as que te trazem resultados mais depressa.

Dá prioridade às primeiras e deixa as segundas para segundo plano. Não quer dizer que só faças umas. Não. Faz todas, mas primeiro as produtivas.

 

8- Ouves Toda a Gente Menos a Ti Mesmo

És novo nisto, procuras conselhos e toda a gente tem uma opinião. Os amigos, a mãe, o pai, os irmãos, os cunhados, os amigos. São todos doutorados em opiniões.

E tu, sentas-te e ouves. Presumes que toda a gente sabe do que fala e que tu tens de seguir as suas orientação para não fracassares.

O problema é que normalmente os conselhos de muitas pessoas levam-te em direções tão diferentes e sem consistência que tu vais acabar por andar em circulos, ou pior ainda, ficar paralisado.

Com certeza, lê, ouve, mas confia no teu coração e instinto. É boa ideia procurares um conselho junto de alguém que já tem o que tu queres ter, ou já faz o que tu queres fazer ou já é o que tu queres ser.

Mas no final das contas: tu és tu mesmo e tu vais achar o teu caminho: segue-o.

 

9- Presumes que a “Competência” e não a “Persistência” é o segredo do sucesso.

  • “Se eu soubesse isto, ou aquilo, se fosse capaz, se tivesse esta o aquela qualidade…”

Quando começas um projeto descobres que a subida é íngreme, convences-te a ti mesmo que precisas colocar objetivos mais pequenos, mais fáceis.
Não te deixes enganar pois tudo o que faças se torna mais fácil fazendo mais vezes.
A Persistência e não a Competência é o segredo do sucesso. Continua a executar a ação correta e um dia vais ver que chegaste ao teu objetivo, e foi mais fácil do que parecia.

 

10- Não És Flexível

Tens o teu plano e não mudas nunca, nem uma vírgula, independentemente do que acontecer. Confundes “ser persistente” com “ser teimoso”. Persiste no plano mas adapta o plano à medida que vais aprendendo mais coisas e as circustâncias vão mudando.

11- Queres Fazer as Coisas Sozinho

Achas que “pedir ajuda” é um sinal de fraqueza, ou simplesmente não te ocorre sequer a possibilidade de poderes contar com outras pessoas. Queres conseguir te sucesso por ti mesmo e constróis um forte imaginário à tua volta e à volta do teu trabalho.
PÁRA com isso.
Faz uma lista de 3 coisas com as quais estás em luta agora mesmo, que são para ti difíceis de superar. Ao lado de cada uma escreve o nome de uma pessoa que tenha passado por dificuldade semelhante e que a tenha superado. Escreve uma pergunta que gostarias de fazer a essa pessoa. Entra em contato com ela e faz a pergunta.
Não é tão mais simples? E poupa-te semanas, meses ou anos de tentativas e erros. Imagina agora onde poderás gastar essa energia que acabaste de poupar pelo simples facto de teres colocado uma questão!

12- Estás Agarrado Ao Passado

Deste o teu melhor, mudaste as táticas centos de vezes, trabalhaste horas infinitas e mesmo assim não vês os resultados que gostarias de ver.
Então trabalhas ainda mais e mais depressa (o famoso : “faz mais do mesmo”) esperando assim conseguir.
O projeto em que estás envolvido tranformou-se nesta núvem negra que te segue para todo o lado e o entusiasmo há muito que se foi.
Investiste tanto nesse projeto que não estás preparado para largar nada.

Pensa no seguinte: às vezes é hora de mudar. Deixar de fazer as coisas que fazias antes e passar a fazer coisas diferentes.

Eu tinha o meu próprio sistema de Internet Marketing, a “Academia do Sucesso” (que podes ver em academia-do-sucesso.com) mas quando entendi o que podia realizar com os Lazy Millionaires deixei tudo aquilo para trás.
4 anos de trabalho abandonados em 5 minutos. Durante 3 segundos foi quase como abandonar um filho, mas só senti isso durante 3 segundos e foquei-me no novo projeto seguindo a mnha intuição.

Em resultado disso, ganhei num ano o que me demoraria 12 anos a ganhar com o meu sistema (que tanto trabalhinho me tinha dado 🙂 )

Faz este exercício:
Como imaginas tu que será a tua vida daqui por 12 meses? Se achares que é tempo de largar, é porque é tempo de largar. Se não estás pronto para largar agora, começa a preparar esse dia.

Sê Livre e Feliz.

 

 

One thought on “Os 12 Sabotadores Que Te Impedem de Ser Bem-Sucedido”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.