Eu vou participar, eu vou contribuir, e, fazendo isso, sairei ganhador.” – Walter Annenberg

Walter Annenberg não diz: eu vou pensar muito, eu vou estudar. Diz antes “participar”, ser activo, fazer algo em conjunto com outras pessoas. E diz também “contribuir” que é simplesmente “dar alguma coisa relevante”.

Diante de um problema que tu tenhas, não te canses na procura da solução porque não irás achá-la. Ela simplesmente não está aí, à mão de semear. O que precisas de fazer é verificar as tuas condições, os teus recursos e é daqui que a solução irá nascer.

O problema é que, frequentemente, ninguém se preocupa em criar condições para as soluções se manifestarem.

Uma pessoa quer trocar de carro, ou casa, ou tirar um curso superior (ou mais um). A única coisa que tem de fazer é preparar a sua vida, poupar o dinheiro, organizar a agenda, procurar as alternativas, etc., para que esse objectivo se possa manifestar.

Quem quer dinheiro pede um aumento de salário, ou um empréstimo ao banco, porque pensa que precisa do dinheiro agora mesmo. E pode precisar sim, mas a solução passa por criar condições de vida que manifestem o dinheiro: um part time, um negócio, uma rede de consumo ou de vendas, um hobbie rentável (se é que isso existe:) ).Pedir emprestado não é uma solução.

Quem tem uma doença, colesterol elevado, por exemplo. Vai ao médico e toma um químico para controlar os níveis do colesterol no sangue. Precisa sim é de pensar que precisa de criar condições dentro do seu corpo para que o regulador natural do colesterol funcione como é suposto: mudar de hábitos de vida, de alimentação, de exercício físico, etc. Tomar o medicamento não é uma solução.

Sempre que tenhas um problema, um desafio, um objectivo, não fiques a pensar nas soluções mas sim nos recursos.

Se tiveres estes, aquelas surgem, se não tiveres os recursos, quaisquer soluções que inventes não são soluções, são somente mais problemas.

2 thoughts on “Parecem Soluções, Mas São Problemas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.