O Sucesso é inalcançável para quem dá desculpas e há dois tipos de desculpas:

1- As desculpas que funcionam como “justificações”.

Cometeste um erro, o resultado foi mau, arranjas umas justificação em vez de uma causa.

a) A justificação serve para afastar a responsabilidade, a culpa é de alguma coisa ou de alguém que não tua.

Isto é péssimo para quem quer ser bem-sucedido porque, se a resposabilidade é de outras pessoas ou das circunstâncias, significa que a solução também está nas mãos de outras pessoas ou das circunstâncias. Pensar assim retira-te poder e, sem poder não poderás ser bem-sucedido.

b) Identificar as causas é outra coisa. É uma atitude positiva se te levar a assumir a responsabilidade e a proceder às correcções necessárias para aproveitar ao máximo este fracasso em benefício do teu objetivo.

 

 2- As Desculpas, disfarçadas de Motivos.

O segundo tipo de desculpas é o do “não-fazer”. No caminho para o teu objetivo, ou como parte do teu trabalho, deverias fazer uma coisa importante e útil, mas arranjas “razões” para não a fazeres.

  • Ou é cedo demais, ou tarde demais
  • Ou és novo demais, ou velho demais,
  • Não sabes o suficiente, ou sabes “demasiado para o teu próprio bem”,
  • Nâo tens tempo, ou não tens dinheiro,
  • Ou não tens a competência,
  • Ou tens precisamente nessa altura um casamento ou um batizado ou um funeral.

São inumeráveis as desculpas que se arranjam para não se fazer algo importante.

O problema é que muitas pessoas não sabem identificar a diferença entre uma desculpa e um motivo.

Por essa razão, muito frequentemente, aceitas uma desculpa com o disfarce de um motivo e nem te apercebes de que estás a dar uma machadada no teu sucesso.

Vou explicar-te a diferença para ficares vacinado contra desculpas e é na verdade muito simples:

Motivos são as razões para fazeres aquilo que sabes que tem de ser feito.
Desculpas são as razões para não fazeres aquilo que sabes que tem de ser feito.
Mais claro que isto é impossível. Vou dar-te exemplos:

Decides mudar de vida, começar a trabalhar em casa, ganhar mais dinheiro, ter tempo para estar com a família, viajar, ou fazer algum tipo de atividade social intensa, ou comprar um carro novo ou mudar de casa.

Estás a ler este artigo, e tanto aqui como em outros eu falo da minha história, de como passei de não ter nenhuma daquelas coisas a ter todas elas, num curto periodo de 2 anos.

Sabes que precisas tomar ação: Sabes o que fazer. Neste caso é fazer a tua subscrição inicial de 25 dólares (uns 18 euros) Neste Link (abre numa nova janela)

Tens perfeita consciência de que essa ação simples e fácil te vai colocar no caminho da realização daqueles objetivos todos.

PRESTA ATENÇÃO: Agora vais tomar uma decisão de agir, e vais fazê-lo com base em MOTIVOS ou com base em desculpas.

Se agires com base em motivos, vais subscrever e seguir as indicações que receberás imediatamente, e dar início ao teu processo de sucesso.

Se agires com base em desculpas, vais começar a racionalizar, a dizer para ti mesmo coisas como “ah, então era isto que ele queria… que eu lhe comprasse alguma coisa…” ou então “25 dólares é demasiado, se fosse grátis eu inscrevia-me” ou ainda: “isto é boa ideia, mas não o faço agora, farei mais tarde.”

Viste como podes usar “razões” para fazer algo importante (MOTIVOS), tomar ação e ter sucesso?

E também viste que podes usar “razões” para não fazer algo importante (DESCULPAS) não tomar ação e não ter sucesso?

Como é possível alguém ter sucesso se sofrer de Descupite? Simplesmente NÃO É POSSÍVEL.

Se há alguma qualidade óbvia partilhada entre todas as pessoas de sucesso é que nenhuma delas dá desculpas.

Assumem as suas ações, e nunca arranjam “razões” para não fazerem aquilo que sabem que os ajuda a alcançar os seus objetivos.

A ti, agora o desafio. Vais viver com base em MOTIVOS ou com base em desculpas?

————————–

Descobre Aqui Quais São As Outras Atitudes Corrosivas e Perigosas Que Nem Imaginavas

—————————

One thought on “Parte 3 – Desculpite”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.