“O sucesso requer primeiro que apliques 10 unidades de esforço para 1 unidade de resultados. O momentum produzirá 10 unidades de resultados para cada unidade de esforço.” – Charles J. Givens

Já te aconteceu passares por um período de muito sucesso em que as coisas pareciam cair-te no regaço? Todos os dias tinhas mais uma boa notícia e progredias tão rapidamente que parecia milagre?

Isso é “momentum”, a acção do trabalho acumulado que atinge uma massa crítica e explode, espalhando resultados.

Os físicos expressam o momentum com “P=mv“(MOMENTUM = massa x velocidade) para expressar exactamente o mesmo conceito.

Mas o que raio tem a física a ver com desenvolvimento pessoal? Tudo. Explico:

Há duas pessoas que têm dois trabalhos (ou negócios) e progridem à mesma velocidade. O mesmo crescimento, facturação, lucros, etc. Contudo um deles tem informações e competências que o outro não tem, por exemplo, sabe administrar bem o seu tempo, conhece bem a concorrência ou é um bom gestor de dinheiro. Ao fim de algum tempo, continuando ambos a fazer o mesmo esforço o empresário melhor preparado começa a sentir que o negócio se leva a si próprio, se está a multiplicar quase sozinho, enquanto que o outro continua a lutar para conseguir os mesmos resultados de sempre.

Qual a diferença entre estas duas pessoas? A que gerou o “momentum” estava melhor preparada, tinha mais massa, e foi isto que gerou uma reacção em cadeia que fez explodir o seu negócio. Por isso vês frequentemente uma pessoa a ter um imenso sucesso: criou a quantidade crítica de massa e de velocidade, e outras, trabalhando tanto ou mais e não têm sucesso algum.

Existe uma relação entre a massa e a velocidade para atingires o momentum que te interessa: se tiveres pouca massa precisas de uma grande velocidade, se tiveres muita massa precisas de muito menos velocidade.

Por isso já sabes o que fazer: avança mais rápido, e ganha mais competências que o teu momentum surgirá.

Depois tens de ter uma coisa em atenção: reconhecê-lo quando acontecer.

A pior coisa que te pode acontecer é matá-lo logo à nascença por ignorância. Se não o reconheceres poderás reduzir a tua velocidade pensando que atingiste o teu objectivo e isso acaba com ele instantaneamente. Foi assim que eu já arruinei um ou dois. Não! Se começares a senti-lo acontecer, dá-lhe mais combustível, mais trabalho e entusiasmo, e mais preparação: mais “velocidade” e mais “massa”, porque desse modo ele vai gerar outro e outro e nunca mais irá parar.

Quando viveres diariamente em “momentum”, além de uma sensação indescritível, poderás realizar todos os sonhos, teus e de outros.

Eu gosto de lhe chamar “A Fórmula do Sucesso”: P=mv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.