“Não procures prosperidade, procura antes desenvolver as qualidades que te trarão prosperidade.”

O Wayne Dyer, no seu livro “Excuses Begone!” conta uma historieta muito interessante, que eu traduzo aqui livremente:

“Uma velhinha regressava a casa por um caminho e encontrou uma pedra preciosa. Baixou-se e colocou-a no saco onde tinha o seu farnel. Depois de algum tempo sentou-se numa pedra para descansar. Surgiu então um mendigo, faminto, que lhe pediu algo para comer. Quando ela abriu o saco para partilhar com ele o farnel, o mendigo viu a pedra preciosa e pediu:

– Se me desses essa pedra preciosa eu teria de comer para sempre, nunca mais teria de passar fome.

A velhinha então pegou na pedra e deu-lha, juntamente com alguma comida. Uns dias mais tarde alguém bateu à porta da casa humilde da velhinha. Era o mendigo que vinha devolver a pedra preciosa. Disse:

Ensina-me a qualidade que tu tens que te fez dar-me a pedra preciosa quando eu ta pedi”.

O mendigo entendeu que ter prosperidade é algo passageiro se não fores próspero por dentro.

O sucesso, o dinheiro, as relações vão e vêem, mas tu permaneces e atrairás sempre, não o que tu queres, mas o que tu és.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.