Alguma vez o teu trabalho foi desprezado? Já sentiste alguma vez que eras menos do que outras pessoas?

Como te sentiste nessa altura?

Olha: eu descobri que a única coisa que nos impede de progredir é o peso que fomos acumulando: Camadas e camadas de pó acumuladas por quem nos disse que:

  • – não podíamos fazer isto ou
  • – não podíamos fazer aquilo,
  • – que não somos mais do que os outros, ou
  • – que temos de ter em conta naquilo que os outros vão ficar a pensar de nós.
  • – A violência que fazemos sobre nós mesmos, fazendo aquilo que não nos faz felizes.
  • – A humildade que às vezes não é mais do baixar a bolinha e fazer o que nos mandam.

Estas são somente camadas e camadas de pó que foram tapando a nossa luz. E esta nossa luz faz falta no mundo. A nossa luz precisa brilhar. O nosso valor tem de ser colocado bem no alto para inspirar outras pessoas.

E não. Não temos mais de tolerar merdas de ninguém, muito menos de quem nos tenta puxar para baixo e ficar na mediania, ou abaixo dela. Nós somos um espectáculo, por baixo do pó.

Afinal, Talvez o Sucesso Comece Com um Bom Banho!

Não é um sentimento péssimo o de pensarmos que não temos valor? Que não somos apreciados pelo que fazemos e pelo que somos?

Sabias que cada frase negativa que permitimos entrar na nossa mente vem trazer mais uma fina camada de pó que nos impede ter a clareza necessária para tomarmos decisões acertadas?

Conviveres com pessoas de “má-onda” mantém-te abaixo do limiar da realização, dentro dos limites da dependência.

por onde começa o sucesso - entusiasmo

Já te aconteceu, teres uma ideia espectacular, que te entusiasma, te dá um pico de energia incrível?

– “Vou fazer isto e vai ser um espectáculo”!

E depois vais partilhar a tua ideia com alguém que respeitas (pai ou mãe, ou um colega, professor, mentor…) e essa pessoa responde algo assim:

– “Não devias fazer isso porque….” (uma justificação qualquer) ou então:

– “Faz, mas depois não te venhas queixar.” (ou outra frase do estilo, ou somente um desinteresse não expresso verbalmente)

E nesse momento sentes que a tua energia foi subitamente sugada para dentro de um buraco negro e só ficou um pouco de frustração a assinalar o local?

Provavelmente abandonaste a ideia, mas, mesmo que tenhas sido teimoso e tenhas prosseguido, vais fazê-lo com um esforço considerável porque a tua energia foi sugada por aquela pessoa a quem entregaste autoridade.

Não tem nada de errado seguires as indicações de um pai, mãe, professor ou mentor. Porém se o trabalho de algum deles se limitar a “colocar-te os pés no chão”, no teu lugar eu deixaria de lhes prestar atenção.

Um mentor que se limita a limitar não é um mentor é um Dementor (podes consultar o Harry Potter para saber o que um Dementor é) e acredita não precisas dele para nada.

  • Um mentor dá energia não a retira.
  • Ele pega nas tuas ideias entusiasmadas e multiplica o entusiasmo
  • Acrescenta alguma coisa, nunca diminui.

 por onde começa o sucesso sugadores de energia

Tens de ter muito cuidado e ficar longe de pessoas que te retiram energia, ou baixam os teus níveis de entusiasmo.

De cada vez que ouves um desincentivo, estás a admitir que outras pessoas te retirem energia. Essa energia que seria a necessária para as tuas realizações!

Se estás próximo de pessoas que te criticam regularmente, que não apoiam as ideias que tu sentes que são boas, que não acrescentam nada à tua vida, mas provavelmente tentam limitar-te, está na hora de procurares outras pessoas com quem passares o teu tempo.

  • Procura pessoas entusiasmadas.
  • Relaciona-te com pessoas que te dão ideias.
  • Que dizem “esfola” quando tu dizes “mata”.
  • Que são corajosas e não têm medo de desafiar o sistema.
  • Dá-te com pessoas alegres e positivas, que nunca se queixam.
  • Ouve somente quem te dá energia e não te aproximes sequer de quem ta suga.

E agora podes perguntar:

E o sair da zona de conforto? A história do “matar a vaca”? E o ser desafiado? Não é suposto um mentor não concordar conosco e orientar-nos?

A resposta é: NÃO, não é suposto um mentor “não concordar”!

O que é suposto um mentor fazer é entender para onde queres ir e ajudar-te a ir nessa direção. E, acredita, nunca te poderá ajudar a ir na direção que tu queres, desvalorizando as tuas ideias, as tuas intuições e as tuas emoções, e indicando-te caminhos que tu não queiras percorrer.

Se valer a pena como mentor, ele irá dar-te energia a cada nova ideia que tenhas. Irá encaixar essa ideia no teu processo, vai fazê-la funcionar  vai adicionar ainda um pouco de coragem para ires até mais longe do que pensaste inicialmente que querias ir. Este é um mentor.

Tu tens um valor imenso e, se aprenderes a comunicar esse valor, vais ter mais recompensas do que as que possas agora imaginar.

Como é que eu sei que tens valor, se nem te conheço?

Eu trabalho com muitas pessoas no campo do valor pessoal, comunicação e monetização e até hoje não encontrei ninguém que não tivesse já o valor suficiente para ganhar centenas de milhares de euros por ano.

Sem ter de ser uma pessoa diferente do que já é, e sem aprender nada além da comunicação e monetização.

Fico sempre estupefacto quando entrevisto pessoas comuns, como tu e eu, que pensam que não valem nada e que querem aprender a ganhar dinheiro online ou que gostariam de não precisar de um emprego. Acham que é muito difícil, tudo aquilo que têm de aprender.

Na verdade não é fácil, mas a dificuldade não é o que temos de aprender, mas sim o que temos de largar. O que temos de desaprender. A limpeza profunda que precisamos fazer a anos e anos de condicionamento, obediência, baixa-auto-estima, dependência da autoridade, negatividade, más emoções e baixos níveis de energia.

Essa é a única dificuldade.

Garanto-te, a ti e a quem quiser ouvir: se tu expuseres ao mundo a pessoa que realmente és e o valor que realmente tens, e tiveres uma forma de monetizar esse teu valor,  vais achar um batalhão de fãs por todo o lado, que te vão apreciar, reconhecer e vão dar-te mais dinheiro do que possas imaginar. Assim, sem esforço.

Pessoalmente gosto da frase do David Wood que diz que “se está a ser difícil para ti ganhar dinheiro é porque o estás a fazer da maneira errada”. Sempre que vivi com esta máxima, ganhei dinheiro facilmente e sempre que a esqueci passou a ser penoso e difícil.

Por isso eu sei.

2 thoughts on “Talvez o Sucesso Comece Com Um Bom Banho”

  1. Obrigado pelo teu comentário Olivier. A verdade é que há mais coisas que precisamos largar do que as que precisamos aprender. A dificuldade está em identificar o que nos serve e o que nos prejudica. Não é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.