“Uma das primeiras virtudes sociais é tolerar aos outros aquilo que devemos proibir a nós mesmos.” – Charles Duclos

Eu tenho reparado em algo interessante nas minhas relações sociais, principalmente com a minha esposa e minhas filhas:

Fico zangado quando reconheço nelas atitudes que eu detesto em mim mesmo. Pequenos defeitos que eu não consegui ainda aceitar possuir, sei que os tenho, mas luto contra as evidências.

Um exemplo: Insisto muito para tudo ser feito no prazo determinado mas eu sou um procrastinador. Se alguma das minhas filhas começar a procrastinar eu fico perto da fúria e desculpo isso a mim mesmo dizendo que estou a educar. O que é facto é que eu estou a ver nela o meu próprio defeito e isso deixa-me muito perturbado. E assim é com outros aspectos da vida.

Se criticas com facilidade, se te zangas com os que amas, talvez te estejas a ver a ti próprio e não gostes do que vês.

Acho que vou começar a tolerar primeiro, depois mudo-me a mim, em seguida, tolerando, ensino outros a mudar.

Talvez seja este um dos segredos da felicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.