“Sempre que andei atrás de dinheiro nunca tive o suficiente. Quando comecei a dar um objectivo à minha vida, a dar-me a mim mesmo e a dar tudo o que poderia humanamente dar, então comecei a ser próspero.” – Wayne Dyer

Como é que a generosidade é o motor da prosperidade é uma mecânica que
eu ainda não entendi. É um bocado como o motor do meu carro. Sei que está
lá, mas é um mistério para mim.

São Francisco de Assis dizia: “é dando que se recebe“, uns amigos rosa-cruzes dizem-me que para eu ter sucesso nos negócios, pôr de lado todos os dias algum dinheiro para dar aos pobres, “O Segredo” manda ter gratidão primeiro e, como sabemos, a gratidão é o princípio da generosidade.

Parece que a regra é: tens de dar primeiro aquilo que procuras. Irás atrair para ti mesmo tudo em dobro ou em triplo.

Se isto for mesmo verdade, incrivelmente parece que anda toda a gente a dizer o mesmo, então se queres dinheiro, tens de dar dinheiro. Se queres roupas, dar roupas, se queres um carro, dar o teu carro, se pretendes mais carinho, dar carinho, mais amor, dar amor, mais solidariedade e apoio, dar solidariedade e apoio. Se quiseres ser aplaudido, aplaude; admirado, admira; promovido, promove; elogiado, elogia.

Devo dizer-te porém que não basta fazer todas estas coisas, porque a emoção é o que dá cor ao que irás atrair.

Se deres dinheiro mas ficares a pensar na falta que ele te irá fazer, estás a sentir a falta e irás atrair mais falta. Se deres carinho e sentires que só tu é que acarinhas e os outros não fazem o mesmo por ti, irás continuar a atrair “os outros não me acarinham”; se admirares mas sentires inveja porque não és tu naquele lugar, continuarás a “não ser tu naquele lugar”.

image25.5
Não é fácil dar coisas, amor, ensinamentos, de coração aberto, sem deixar entrar uma sombra de ego que quer a recompensa já e que concentra a tua atenção na “falta” em vez de ser na “abundância”.

Se conseguires calar o ego enquanto dás, poderás dar a partir de um profundo sentimento de gratidão por toda a abundância que já tens. E é esta gratidão que vai gerar a
generosidade que te traz prosperidade e cada um dos aspectos que tu escolheres prosperar.

Afinal a receita nem é assim tão complicada, mas será mesmo real?

Olha, para ser sincero contigo, acho mesmo que sim.

A minha vida pessoal está a mil à hora, vejo milagres a acontecerem todos os dias e já vi que existe uma relação poderosa entre a gratidão a generosidade e a prosperidade. É assim
como um triângulo mágico em que um vértice gera o seguinte, num ciclo infinito.

Por isso estou a escrever isto agora, não o quero guardar só para mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.