“Nós não vemos as coisas como elas são, vemo-las como nós somos.” – Anais Nin

Se isto é verdade, então todas as coisas, boas e más que te acontecem, são o que tu és, bom ou mau. E se isto é verdade, se as coisas que te acontecem são o espelho do que tu és, então és tu o responsável por todos os teus sucessos e fracassos, não o governo, nem a crise, nem o vizinho nem o sócio. Tu.

Achas que consegues aceitar esta responsabilidade? Podes fazê-lo ou podes continuar a lançar culpas à esquerda e à direita, é a tua opção. Mas eu digo-te: no momento em que assumires a responsabilidade assumes também o poder.

Não é tão fixe poderes mudar a tua realidade, de cabeça para baixo, simplesmente porque assim o decidiste?

E a tua realidade não és somente tu, és tu e tudo o que te rodeia. Imagina o que pensará o teu vizinho, todo inchado porque lá conseguiu comprar um carrito de luxo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.