Este conteúdo foi transcrito da gravação do workshop ao vivo facultado em 5 de Novembro de 2011 por Rui Gabriel.

Passando para o terceiro vírus que é o radar avariado.

O primeiro sintoma deste radar avariado é passarmos o nosso tempo sintonizados com a miséria e a desgraça.

À nossa volta ouvimos as notícias na rádio, na televisão, lemos nos jornais, falamos com os amigos, família e colegas do marketing de rede e encontramos – nos todos e falamos do quê? Da miséria. Que isto está mau, o desemprego, a falta de oportunidades, o dinheiro que não vale nada, o governo é que tem a culpa, todas estas coisas e isto contamina-nos a todos. Quando começamos a captar só este tipo de sinais isso vai interferir directamente com a nossa visão do mundo. Isto faz parte do segundo sintoma que se chama dar ouvidos ás pessoas erradas. E com isto quero dizer, por exemplo, você pode ter um tio extraordinário que o trata como se fosse um filho desde sempre e você vai falar com ele sobre o seu inicio num negócio em marketing de rede. Ora este seu tio é mesmo uma pessoa fantástica mas não sabe nada sobre marketing de rede. Mas você pede-lhe opinião acerca do negócio, sobre o trabalho a partir de casa, sobre independência financeira, sobre ser o seu próprio patrão, e esta pessoa está a ouvi-lo falar destas coisas que nunca lhe passaram pela cabeça. Não faz parte da sua experiência então não sabe do que você está a falar. Quando nos perguntam algo acerca de alguma coisa que não conhecemos, dizemos sempre não. É isso a natureza humana. Então o tio diz-lhe “É melhor não. Pelo sim pelo não, deixa-te estar como estás porque nunca sabemos o que vai acontecer. É melhor não”.  Mas não diz “pelo sim pelo não, é melhor sim”.  Então acabamos por dar ouvidos ás pessoas erradas. Não é que as pessoas sejam más, ou não tenham valor. Como pessoas têm todo o valor do mundo, mas estamos a pedir conselho sobre um assunto a uma pessoa que não sabe nada desse assunto. Se queremos saber alguma coisa acerca marketing de rede temos de falar com pessoas que tenham muito sucesso nesse ramo porque essa pessoa tem uma opinião válida acerca de marketing de rede porque tem sucesso. Se perguntarmos a uma pessoa que não teve sucesso vai ter uma opinião negativa.

Todas as opiniões são válidas mas usamos o nosso tempo para seguir aquilo que nos aproxima do nosso sonho e do nosso objectivo.

Temos de ter essa capacidade de decisão.

E como combatemos o radar avariado?Escolhendo as influências.Todos nós somos influenciáveis e influenciados todos os dias, por tudo o que acontece a nossa volta. Então temos de ter a capacidade de escolher as nossas influências, ou seja, procurar conselho e influência (não só conselho mas também os hábitos, as atitudes, a forma de pensar, a filosofia de vida, as acções) de pessoas que têm os resultados que nós queremos ter. Porque a credibilidade vem dos resultados, temos de nos aproximar das pessoas que têm os resultados que nós queremos para aprendermos com eles e recebermos a influência deles. Porque somos sempre influenciados por quem está à nossa volta, temos de escolher quem está à nossa volta. Isto chama-se associação limitada. Nós temos de “perder” o nosso tempo, tempo de qualidade, com pessoas de qualidade naquilo que lhe diz respeito. Estamos a falar no que diz respeito ao marketing de rede e ao negócio a partir de casa e tudo isso. Então estabelecer contacto, receber influência, ler, ver, ouvir, conversar, tirar dúvidas e principalmente observar as atitudes e as acções daquela pessoa porque foi isso o que fez aquela pessoa bem sucedida. Portanto,

tem de passar o seu tempo de qualidade com pessoas de qualidade, e o seu tempo de circunstância com pessoas de circunstância.

As duas coisas estão ligadas. Todos temos pessoas com quem gostamos de estar, beber umas cervejas e conviver mas isso é tempo de circunstância. Nós não podemos passar o nosso tempo de qualidade com pessoas de circunstância. É isto que nos avaria o radar.

É assim que se controla o radio avariado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.